Frustração


No mundo de hoje vive-se algo da ordem de uma baixa tolerância à frustração.


Por que isso?


Porque vivemos em um mundo que nos oferece infinitas possibilidades e oportunidades, havendo um imperativo de tudo é possível.


Com efeito, as pessoas têm dificuldade de lidar com a falta, já que estão o tempo todo se ocupando com algo: comida, tecnologia, objetos, séries, música, moda, filmes, "likes", drogas, roupas, redes sociais, bebidas, sexo, exercícios...


Não que seja um problema usufruir de tudo isso, uma vez que faz parte da vida. O problema está no excesso.


O excesso convoca um mais-ainda sem fim, enquanto a falta abre espaço para o desejo, uma vez que só desejamos porque algo está faltando.


Fala-se, inclusive, que vivemos uma época do declínio do desejo e da predominância do gozo, que é esse mais-ainda sem fim que muitas vezes comporta um sofrimento.


Logo, na cultura do TUDO é possível, não se abre espaço para os limites, que são fundamentais na vida.


Como consequência, está cada vez mais difícil bancar escolhas, visto que não querem abrir mão de todas as possibilidades.


E isso muitas vezes resulta em uma intensa ansiedade, insegurança, insatisfação, incerteza...


Não é que a frustração seja um problema em si. A verdade é que ela faz parte da vida, dado que ela inclui a falta e os limites.


O problema é quando diante dela, o sujeito se paralisa e não encontra recursos, saídas e soluções para continuar caminhando...


Como você lida com as limitações que a vida te apresenta?


  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • YouTube

©2020 por Clara Nicolato. Direitos Reservados.