Parentalidade

Parentalidade é um termo contemporâneo que adverte um apagamento das diferenças entre função de pai e de mãe.


É um fenômeno que temos vivido na atualidade também com relação a uma busca de simetria entre os gêneros masculino e feminino e isso está refletindo sobre a paternidade e a maternidade que também estão em busca de uma fusão: “parentalidade”.




Porém, a psicanálise salienta a extrema importância dessas funções para o desenvolvimento psíquico saudável de uma criança e, sendo assim, é imprescindível a presença dessas funções separadamente, havendo cada uma suas particularidades.


Importante demarcar que são funções, não importando quem irá cumprí-las, isto é, não necessariamente a função materna precisa ser cumprida pela própria mãe ou até uma figura feminina e da mesma forma a função paterna não necessariamente precisa ser cumprida pelo próprio pai ou por uma figura masculina.


Além disso, essas funções nem mesmo precisam ser cumpridas por uma pessoa física ali presente, pode ser algo que vem no discurso e até algo associado a uma ocupação, um emprego... enfim, o essencial é que algo ou alguém opere essas funções.


A função de mãe é de ter um desejo que não seja anônimo à criança, ou seja, deve haver um desejo direcionado pelo filho(a) que vai se dar nas sutilezas: pode ser o cuidado, o carinho, o acolhimento... algo que coloque esse filho em movimento no seu crescimento.


Já a função paterna é de barrar e apontar caminhos, entrando como um terceiro nessa relação (da criança com a mãe) para mostrar que a mãe deseja para além da criança, ou seja, que tem algo que falta à mãe e que a criança é aquém de completá-la! A função paterna opera, portanto, como algo que barra o gozo materno de objetificar essa criança em seu desejo.


A criança precisa se separar da mãe e a inserção da falta, dos limites e da barra é fundamental para isso! Só assim nos tornamos sujeitos do desejo, se não somos objetificados e aprisionados no gozo materno!


A palestra que dei sobre este tema já está disponível aqui no site e no meu canal no Youtube

  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • YouTube

©2020 por Clara Nicolato. Direitos Reservados.