Traumas

O que são traumas?


É qualquer coisa que nos marca durante a nossa história. Não necessariamente está relacionado à algo trágico. Pode ser simplesmente a forma como te nomeiam, como falam de você, entre outras coisas.


A questão é que as possibilidades são infinitas e vai depender da singularidade de cada história.


De qualquer forma, nós vivemos alguns traumas constitucionais: como o próprio nascimento, a entrada na linguagem, a limitação na relação materna com a entrada do pai em cena (famosa castração simbólica), a puberdade, a sexualidade e o desencontro amoroso. Mas muito disso é algo que está na base do nosso ser, muitas vezes nem pensamos sobre e nem lembramos. Todavia, muitos traumas tem esses como base, como fundamento.


Eis que eles frequentemente nos levam a criar certas defesas, muitas vezes sem nem nos darmos conta, nos afastando de certas possibilidades e nos paralisando em nossa narrativa.


Logo, falar sobre os traumas é um dos pontos essenciais num processo de autoconhecimento e num processo de análise. É fundamental perpassar esses pontos que marcam a nossa história para conseguirmos ultrapassá-los, no sentindo de continuar caminhando apesar deles.


Não tem como apagar um trauma, mas tem como saber mais sobre o que está em jogo ali, aprendendo a lidar de formas diferentes com isso que atravessa a sua vida.


Mais uma vez não estou trazendo uma regra, uma solução, e sim buscando abrir os olhos de vocês para a importância de elaborar sobre nós mesmos e ressignificar a nossa história para amenizar os sofrimentos que permeiam a vida.


O que você tem feito para se despertar de seus complexos e tomar as rédeas de sua vida?

  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • YouTube

©2020 por Clara Nicolato. Direitos Reservados.