Clínica do Bem-Dizer

Atendimentos psicológicos fundamentados em uma escuta psicanalítica

Refletir -  Elaborar -  Ressignificar

Aviso Quarentena

Atendimento online

Atendimento presencial com uso obrigatório de máscara.

 
marca-simbolo_4.png

CONSULTA

 

Fundamentos

Atuo enquanto psicóloga e as minhas consultas se fundamentam a partir de uma escuta psicanalítica, ou seja, trata-se de um escuta que trabalha também com questões inconscientes.

 

As intervenções feitas durante a consulta são orientadas, portanto, a partir da teoria psicanalítica e, especificamente, seguindo os ensinamentos de Lacan acerca da prática clínica contemporânea.

Sendo assim, meu trabalho consiste em acolher a pessoa na totalidade de sua história, ajudando-a a elaborar e dar novos significados para aquilo que marca sua vida, se implicando e se responsabilizando por sua trajetória. Nesse processo, busco iluminar seu olhar para aquilo que se passa despercebido, proporcionando uma nova abordagem de suas questões para que movimente sua história.

Ética e sigilo

As consultas são respaldadas pelo código de ética do Psicólogo. Sendo assim, elas se baseiam no respeito, na promoção de liberdade, dignidade, igualdade e integridade do ser humano. Busca-se promover saúde e qualidade de vida das pessoas e da coletividade, contribuindo para a eliminação de qualquer forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão. A atuação clínica também é baseada em uma responsabilidade social, analisando de forma crítica a realidade política, econômica, social e cultural.

 

Além disso, de acordo com o Art. 9º do código de ética, "é dever do psicólogo respeitar o sigilo profissional a fim de proteger, por meio da confidencialidade, a intimidade das pessoas...". Ou seja, tudo que é falado durante as consultas é confidencial, garantindo a privacidade do paciente e sua liberdade de expressão.

As consultas também se baseiam na ética da psicanálise, tratando-se de olhar para a singularidade de cada história e de cada sujeito, se configurando em uma clínica do caso a caso. Trata-se de um processo que se dá primordialmente a partir de uma experiência da linguagem, isto é, a associação livre, por meio da qual o paciente pode dizer e elaborar de forma espontânea sobre o que desejar.

 
 

Tratamento

O manejo do tratamento sempre depende da singularidade de cada caso. Ele é feito, portanto, a partir de uma escuta individualizada.

 

Mas é importante pontuar que não se trata de um processo de psicoterapia convencional, pois, por se fundamentar em uma escuta psicanalítica, nomeamos esse processo de análise. Por vezes, o tratamento recebe o nome de psicoterapia psicanalítica, no entanto, o respaldo teórico continua sendo a psicanálise e o manejo clínico ainda será diferenciado por levar em conta o inconsciente. Isso não quer dizer que existem dois tipos de tratamento, o que acontece é que existe um tempo que o paciente leva para entrar em análise efetivamente e, nesse período, pode-se dizer que o processo se desenvolve por meio de uma psicoterapia psicanalítica. E o que seria entrar em análise efetivamente? É quando aprofunda-se mais nas questões inconscientes e quando há um vínculo transferencial entre o psicanalista e o paciente bem estabelecido.

De qualquer forma, todo o decorrer do processo vai depender do desejo e do engajamento do próprio paciente. O meu lugar, enquanto analista, é de guiar o manejo clínico da consulta através de uma escuta qualificada.

Todo o tratamento é realizado através da palavra, por meio de uma conversação, da ordem do bem-dizer, que busca abrir os olhos do sujeito de uma forma transformadora, isto é, pretende-se que o paciente possa enxergar suas questões de uma outra forma, encontrando novas soluções para suas angústias e para aquilo que marca sua história.

Caso seja percebida a necessidade de um tratamento medicamentoso, o paciente será encaminhado para um psiquiatra de confiança, dando continuidade ao seu processo com um apoio multiprofissional.

 

Onde e como

Trabalho com consultas presenciais e online.

 

Os atendimentos presenciais são realizados no meu consultório particular, localizado no bairro Belvedere de Belo Horizonte, MG. O meu espaço é em uma casa, aonde alugo uma sala que possui uma estrutura que preza pela privacidade do paciente, além de ser um ambiente humanizado, aconchegante e acolhedor.

Os atendimentos online são realizados por meio de uma plataforma de fácil acesso, chamada Whereby. Trata-se de uma sala virtual que é trancada (só é possível acessá-la com a minha autorização) e, por isso, garante a segurança e a privacidade do paciente. O link da consulta é disponibilizado após o agendamento.

Ambos os formatos de atendimento seguem os mesmos preceitos éticos e teóricos. A escolha pelo formato vai depender do desejo e das possibilidades de cada paciente. Em minha experiência clínica, percebo como em ambos os casos o processo flui, pois o que possibilita isso tem mais a ver com o vínculo transferencial entre o paciente e o profissional do que o modo pelo qual a consulta é realizada. Todavia, é importante pontuar que no atendimento presencial o contato e a presença física permitem maiores possibilidades, além do ambiente, muitas vezes, possibilitar um maior aconchego e uma maior segurança para se expressar.

 

Para quem

Atendimento para crianças, adolescentes, jovens e adultos. O tipo de tratamento que ofereço independe da idade, sendo aplicável a qualquer um que deseje ou sinta necessidade.

No caso de crianças, recomendo que elas tenham acima de 3 anos, pois é a partir dessa idade que elas conseguem se expressar e se comunicar melhor. Nesse caso, utiliza-se, além do recurso da linguagem, o lúdico, onde através do brincar e da arte a criança também encontra meios para expressar o que não consegue dizer. Ou seja, ela pode elaborar suas questões não só pela palavra, como também por jogos, desenhos e brincadeiras. Nesse processo, em alguns momentos pode ser que seja necessário alguns encontros com os pais para orientar e elaborar mais sobre o caso.

A fase da adolescência é recheada de inúmeras transformações, não só no corpo, como também no aspecto social. É uma fase de inúmeros questionamentos, que se estendem também até a juventude e o início da vida profissional. Muitos se angustiam nesse processo e é muito importante que encontrem um espaço para falar sobre suas questões, dando voz à isso que os marca. Como concentro meus estudos e pesquisas na juventude contemporânea, trabalhar com jovens é uma das minhas especialidades.

A vida adulta também é recheada de angústias que muitas vezes remetem à experiências vividas na infância e na adolescência. Por isso, é muito importante que também tenham um espaço para elaborar suas questões, entendendo melhor sobre a fonte delas para darem conta de sair de ciclos de repetição que paralisam a sua história. A vida humana é sempre atravessada pela linguagem e, então, o tratamento pela palavra tem seu efeito transformador.

 

Tempo e duração

O tempo médio da consulta é 40 minutos, mas varia a depender do momento em que considero apropriado para interromper, como também da demanda do paciente.

É recomendado que a frequência das consultas sejam semanais, mas, podendo variar, igualmente, a depender de cada caso. Portanto, elas podem ser semanais, quinzenais, mensais e até de forma mais pontual. Porém, quanto maior a consistência do tratamento, mais provável será que ele fluirá.

A duração do tratamento não é limitado, podendo durar o tempo desejado. Entretanto, é importante entender que trata-se de um processo, então é improvável que um tratamento se dê efetivamente em poucas sessões, apesar de poder propiciar efeitos terapêuticos. O vínculo transferencial entre o profissional e o paciente também é essencial para que o processo se desenvolva, por isso, requer também um certo tempo para que ele seja estabelecido. O tempo dessa construção varia de acordo com as particularidades de cada processo.

 

O paciente também pode decidir interromper ou retomar o tratamento sempre que desejar, uma vez que trabalho a partir de um viés menos rígido, que dá a liberdade para o desejo do paciente circular, sempre levando em conta a singularidade de seu caso.

 

Valor

O valor da consulta é informado no contato direto comigo.

Não trabalho com convênios médicos, e sim com consulta particular. Mas, dependendo do convênio que você possui, pode haver um sistema de reembolso, no qual pagam de volta o valor da consulta mediante ao recibo. Amil, Bradesco e o Sulamérica costumam oferecer essa possibilidade, no entanto, de qualquer forma, consulte com o seu.

Dou a liberdade para o paciente escolher se prefere pagar por sessão ou de forma mensal, de acordo com a sua preferência e possibilidade.

O método de pagamento pode ser dinheiro, cheque, transferência bancária, depósito bancário, PIX ou boleto. Não aceito pagamento via cartão de crédito ou de débito. A escolha de qual método utilizar também fica por conta do paciente. Mas, caso a consulta seja online, não será possível realizar o pagamento por dinheiro ou cheque e os boletos são ofertados apenas no caso de pagamentos mensais.

Dúvidas frequentes